Notícias

Campanha sobre a água premia alunos

Vive-se um momento em que a água é assunto debatido a nível mundial. Maneiras de usá-la racionalmente, dicas de como economizar e manter este recurso natural, estão em discussão nos meios de comunicação,mídias sociais, escolas e nas conversas do dia-a-dia.


Preocupado com questões que envolvam a sustentabilidade e alertar sobre a importância de economizar água, o governo do município, através do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), em parceria com a secretaria de Educação, realizou  uma bela campanha sobre o Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março.


Com o slogan 'Qualidade de vida e água de qualidade andam juntas', foi realizado no sábado, dia 21, um grande evento no calçadão. A chuva que ocorreu no início do dia, não atrapalhou as atividades.


A campanha


O objetivo da campanha é alertar sobre o uso racional da água de maneira diferenciada. Incentivando o hábito da leitura e da escrita, foi lançando nos 5º anos das escolas municipais um concurso de redação sobre o tema da campanha. Os estudantes aprenderam e pesquisaram sobre a água. Uma redação de cada sala foi escolhida pra representar a turma no concurso. No total, 17 redações foram selecionadas nas escolas. Uma comissão, formada por professoras das redes estadual e particular de ensino avaliaram as redações e escolheram as vencedoras.


Grande público comparece ao evento


No sábado, 21, alunos, professores, pais, foram recebidos no calçadão da cidade. Brinquedos estavam disponíveis pra quem estava no local se divertir. Foram distribuídos panfletos com dicas de como usar a água racionalmente. Além disso, as crianças das escolas ganharam lanche, balas e o Samae fez a distribuição de copinhos com água.


A secretária de Educação, Rosângela Casagrande, lembrou a importância desta ação. 'Temos que mudar velhos hábitos e aprender sobre a importância de economizar a água. Não podemos nos preocupar apenas quando ficarmos sem. Trabalhar com as crianças é uma ótima maneira de incentivar mudanças. Este é um grande momento de reflexão e transformações', destacou.


Por ser algo de grande importância, utilizado no dia-a-dia e que corre riscos, o diretor Geral do Samae, Everson Casagrande (Polaco), ressaltou que  é preciso comemorar ações educativas como esta. 'Temos que celebrar a água, é algo que nos faz viver. Precisamos cuidar, usar racionalmente e entender que para ter qualidade de vida, precisamos de água de qualidade. Aliás, sem água não há vida, precisamos entender a responsabilidade de usá-la de maneira consciente. Este evento é a realização de um sonho, trabalhar em conjunto com a educação, para modificar o pensamento e alertar a importância da água, é muito gratificante', afirmou.


O prefeito, Sandro Maciel, lembrou que é preciso conscientização para realizar ações voltadas a sustentabilidade. 'É preciso cuidar dos mananciais, aprender a utilizar a água de maneira racional para garantir qualidade de vida para estas e as futuras gerações. Este é um importante momento e a participação de professores e alunos é fundamental nesta causa'.


Premiação


Os 17 alunos que participaram do concurso receberam presentes como forma de agradecimento pela dedicação e participação. E os cinco primeiros lugares receberam premiação diferenciada: bola oficial e kit educativo para a aluna Larissa Dávila, da Escola Básica Municipal Jardim das Avenidas, que ficou em quinto lugar e Kaberlyn Estelir Medeiros Dorigon, da Escola Reunida Municipal Adelina Silvano Soares, que conquistou o quarto lugar.


Os três primeiros lugares receberam uma bicicleta cada como prêmio. Em terceiro lugar, Giovana Sachetti Cardoso, da Escola Básica Municipal Nova Divinéia, com a professora Silvia Regina S. Ceron. Em segundo lugar, Evandro Inácio Fogasa, da Escola Reunida Municipal Almerindo Manoel da Luz, com a professora Valdete Domingos e em primeiro lugar, a aluna Maria Eduarda de Abreu Pereira, da Escola Básica Municipal Nova Divinéia, com a professora Marlene Guedin Alano.


Tanto os alunos que receberam os prêmios, quanto as torcidas e os presentes no local vibraram muito. Agora, será confeccionado um livro contendo as 17 redações para presentear as escolas. 'É uma forma de agradecimento e também servirá como objeto de estudo para os alunos', ressalta Everson Casagrande.  


 


 


Renata Rocha

Outras Notícias