Notícias

11 de agosto - Dia do Advogado

DIA DO ADVOGADO
SAMAE valoriza categoria e destaca as trajetórias de Giancarlo Soares e Gian Carlos Setter

Araranguá

Nesta quarta-feira, 11 de agosto, sobram motivos para celebrar a trajetória profissional, dedicação e competência dos advogados na data que homenageia estes profissionais. Atuando desde 1º de janeiro no Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE) de Araranguá, dois destes advogados Giancarlo Soares de Souza e Gian Carlos Goetten Setter são dignos representantes de uma das mais tradicionais e importantes profissões.

Giancarlo Soares de Souza possui um extenso currículo. Entre diversas atividades, já foi vereador em quatro oportunidades, presidiu a Câmara Municipal entre 1998 e 2000 foi Procurador Jurídico do Legislativo Araranguaense, secretário Municipal de Governo; Assessor Jurídico da Prefeitura de Balneário Arroio do Silva. Atualmente exerce a função de Procurador Jurídico da autarquia.
Já Gian Carlos Goetten Setter, que desde o início de 2021 é Assessor Jurídico do SAMAE, já foi advogado da Prefeitura de Araranguá. Além do poder público, destaca-se como um dos principais advogados do Tribunal do Júri na região, atuando em cidades como Araranguá, Sombrio, Turvo, Santa Rosa do Sul e Criciúma.
SAIBA MAIS:
11 de agosto foi consagrado como dia dedicado aos advogados, porque nesta data, em 1827, ocorreu a criação das primeiras faculdades de Direito no Brasil: a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo/SP e a Faculdade de Direito de Olinda, em Olinda/PE.
Ao longo dos tempos, a ativa participação dos advogados em questões importantes e cruciais da sociedade tem contribuído para a construção de uma sociedade mais equilibrada, mais harmônica e capaz de atingir o objetivo da Justiça. Baseada nestes princípios, naturalmente, a advocacia brasileira foi alcançando uma posição de destaque, notabilizando-se, especialmente após o surgimento da Ordem dos Advogados do Brasil, em 13 de Novembro de 1930.
E para consolidar a importância do profissional da advocacia, a Constituição da República definiu, em seu artigo 133, que “O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei”.

Outras Notícias