Notícias

Natal: A emoção de tornar-se madrinha por meio do Pinheiro Solidário do SAMAE

SONHO NATALINO

Natal: A emoção de tornar-se madrinha por meio do Pinheiro Solidário do SAMAE

Araranguá

O primeiro dia do projeto Pinheiro Solidário apresentou saldo extremamente positivo. Servidores da autarquia e pessoas de diferentes faixas etárias, residentes em vários bairros de Araranguá aderiram à causa, resgatando as cartinhas consequentemente, tornando-se padrinhos das crianças que frequentam quatro educandários do município. O público aproveitou para apreciar a decoração natalina do SAMAE, inclusive registrando fotos.

Nesta primeira edição do evento participam o CEI Criança Feliz, do Bairro Coloninha; CEI Primeiros Passos, do Bairro Arapongas; CEI Cantinho do Amor, do Bairro Urussanguinha e Escola Infantil Professora Bernadete da Costa Nolla, cujos alunos apresentam, por meio de desenhos os pedidos de presente que desejam para o Natal. A ação é supervisionada pelos docentes de cada unidade.

COMO COLABORAR?

Os interessados em colaborar com o Pinheiro Solidário devem comparecer na sede administrativa do SAMAE e retirar uma das cartinhas depositadas junto a decoração da árvore, a recepção.

O ato sensibiliza e emociona! A servidora do SAMAE, Nair Pereira Silveira, por exemplo, elogiou a iniciativa. “Planejava presentear uma família, então quando soube do Pinheiro Solidário não tive dúvidas em adotar uma cartinha. A criança solicita uma boneca”, disse. Além de atender o pedido, dona Nair revelou que tem divulgado à campanha para amigos, familiares e vizinhos: “Este sentimento de comunhão e humanismo deve contagiar e proporcionar esperança aos pequenos”, afirmou. A servidora disse que convidou e recebeu resposta positiva dos filhos Ana Carolina, Mariana e João Pedro, que também vão tornar-se padrinhos ou madrinhas. Nair é avó do pequeno João Pedro e sabe bem o que a atitude significa para os pequeninos.

A ideia do SAMAE é promover um rodízio entre as unidades de ensino, contemplado a cada ano novos estudantes, revela a química da autarquia, Fernanda Fernandes, uma das entusiastas do projeto. Após efetuar a escolha da cartinha, o padrinho ou madrinha tem prazo até 8 de dezembro para entregar o presente, que será encaminhado às crianças.

Outras Notícias