Notícias

Tarde na praça supera expectativas

O Tarde na Praça deste domingo, 23, foi recheado de atrações que encantou o público de várias idades. Quem pensou que a chuva pudesse atrapalhar o evento, enganou-se. Muita animação tomou conta da Praça Hercílio Luz. A cada domingo, uma secretaria do governo fica responsável pelo Tarde na Praça, esta edição foi de responsabilidade do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto).


Brincadeiras não faltaram. Teve corda, basquete, vôlei, trave livre, taco, perna de pau, dominó, baralho, quebra-cabeças, jogo da memória, desenhos para pintar, amarelinha, mesa de pacal, bambolê. Além do parquinho existente na praça, com brinquedos com acessibilidade, que estava lotado.


Uma das atrações que superou as expectativas dos organizadores foi a troca de livros. 'Foi muito bacana esta ação. As pessoas puderam trocar, fazer doação e despertou interesse de muita gente. Nosso objetivo é que continue a cada domingo e torne-se um hábito', afirma o diretor Geral do Samae, Everson Casagrande.


A tarde iniciou com declamação de poesias. A APAE abrilhantou o evento com apresentações de teatro, dança e fantoche. O Corpo de Bombeiros também marcou presença, com exposições e tirolesa, que despertava a curiosidade dos presentes.


A fisioterapeuta Mariela Campos Galli, de Cocal do Sul, esteve pela primeira vez no Tarde na Praça, estava acompanhando o afilhado e aprovou o evento. 'Gostei bastante de estar aqui participando, tem muito entretenimento para as crianças, é uma tarde diferente para passar com os pais, com os amigos de uma maneira muito proveitosa, espero voltar mais vezes ', destacou.


Durante o evento, a APAE lançou a campanha 'lacre solidário'. 'Juntando as tampinhas de latinhas de alumínio, é possível contribuir com a aquisição de cadeiras de rodas para os alunos. São necessárias 80 garrafas pet cheias de lacres para conseguir uma cadeira', explicou a diretora da APAE, Clarinda de Vila. No evento, algumas garrafas pet com lacres já foram entregues. Maria Emília Abel Rocha, de 80 anos, levou duas garrafas cheias. 'Faço questão de ajudar, é uma causa muito nobre'.


 Uma tarde diferenciada, com música, brincadeiras, apresentações, troca de livros e muitos sorrisos distribuídos. 'O Samae faz uma avaliação muito positiva deste Tarde na Praça. Com a presença bastante grande de público, muitas crianças e entendemos que o objetivo de trazer as pessoas para a praça, que as pessoas de bem tomem conta da praça, foi plenamente atingido. Agradecemos os parceiros, a APAE, Corpo de Bombeiros, Aspekto, ao público e todas as pessoas que nos ajudaram para fazer deste um grande evento', ressaltou Casagrande.




 


Renata Rocha 

Outras Notícias