Notícias

Mundial de Clubes FIFA: nunca foi só futebol

MUNDIAL DE CLUBES
Palmeiras tenta título inédito: ‘Nunca foi só futebol’

Araranguá

Você saberia dizer o que o trio representado pelo advogado Gian Carlos Goetten Setter, a contabilista Vanessa Soares Fernandes e o engenheiro sanitarista Everson Casagrande, Polaco tem em comum? Bom, todos são servidores do SAMAE, cidadãos exemplares e são admirados pela trajetória profissional.

Mas existe um fator extra que une os três: eles são torcedores da Sociedade Esportiva Palmeiras. O mais inusitado é que todos estarão trabalhando no horário do jogo válido pela semifinal do Mundial de Clubes. Além disso, Vanessa, Gian Carlos e Polaco revelaram que tornaram-se torcedores do Palestra e maneira espontânea e por pura simpatia. O pai de Vanessa é colorado, enquanto os progenitores de Gian e Polaco são gremista e são paulino, respectivamente.
‘Foi amor à primeira vista. Não sei como explicar. Muitos de meus familiares são torcedores do Fluminense, mas quando assisti aos jogos do Verdão decidi aderir ao clube’, conta Gian Carlos.

Já Polaco Casagrande, que atuava como goleiro nos campeonatos amadores de Araranguá destaca que sempre apreciou futebol. ‘Lembro de escutar jogos nos tradicionais radinhos de pilha ou assistir as partidas da Seleção Brasileira tricampeã do mundo de 1970, na casa de uma amiga que possuía um televisor em preto e branco, um luxo para e época.’
Vanessa, por sua vez, chegou a fazer sucesso enquanto criança e adolescente atuando como atacante em equipes de futebol nos jogos amistosos e torneios de Araranguá e região. ‘Sempre acompanhei meu pai, Felipe João Fernandes, também servidor do SAMAE nas partidas. Ele é apaixonado por futebol e colorado fanático, mas como meu coração bateu mais forte pelo Palmeiras acabei escolhendo um caminho diferente’, comenta aos risos.

SUPERTIÇÃO DA CAMISA
Vanessa, aliás, já foi contemplada com uma camiseta do Verdão em decorrência da conquista do tricampeonato da Copa Libertadores da América, quando o Palmeiras superou o Flamengo na final. ‘Recebi o presente do colega Gian Carlos. Como a tática deu certo, ele comprometeu-se a oferecer outra camisa caso o Verdão conquiste o inédito Mundial de Clubes. Estou convicta que levantaremos a taça, então recomendo que já encomende o presente’, confidenciou.
Sobre entregar camisetas como presente, Gian Carlos comentou que trata-se apenas de gentileza. Ele, entretanto, esquivou-se da registrar fotos vestindo o uniforme do clube: ‘Prefiro deixar este ato para a final. Creio que o Palmeiras estará lá e tem tudo para conquistar o título...’

MUNDIAL DE CLUBES
A contagem regressiva já iniciou. Nos bastidores do SAMAE - durante chegada e saída do expediente e no momento do lanche - a competição é tema da resenha. A maioria dos servidores apoia o clube brasileiro, mas torcedores de equipes rivais, especialmente Corinthians e Flamengo prometem ficar no lado oposto. Provocado sobre o assunto o Procurador Jurídico da autarquia, Gian Carlo Soares de Souza, que foi destacado atleta no futebol amador local, optou por extravasar um insinuante sorriso e no alto da sabedoria de quem foi vereador por quatro mandatos e presidente da Câmara Municipal respondeu com poucas palavras: ‘Só sei que o adversário deles será um clube Al alguma coisa...’
Em instantes, isto é nesta terça-feira, dia 8, a partir das 13h 30min (horário de Brasília), no Estádio Al Nahyan, em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos, Palmeiras x Al Ahly, do Egito estarão jogando pela abertura das semifinais do Mundial de Clubes da FIFA. Em canal aberto para o Brasil, a partida terá transmissão da TV Band.
A equipe brasileira, que sonha com o inédito título, tenta carimbar passaporte para a final da competição. O vencedor do confronto vai encarar Al-Hilal, da Arábia Saudita ou Chelsea, da Inglaterra, que jogam na quarta-feira, dia 9, a partir das 13h 30min. Já a decisão será disputada no sábado, dia 12, a partir das 13h30min.

FICHA TÉCNICA
Pelo confronto da semifinal, o Verdão deve escalar Weverton; Luan, Gustavo Gómez e Piquerez (Jorge); Marcos Rocha, Danilo, Zé Rafael, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa; Dudu e Rony.
Uma provável escalação do Al Ahly é: Ali Lofti; Mohamed Hany, Yasser Ibrahim, Rami Rabia, Mohamed El-Maghrabi e Ali Maâloul; Aliou Dieng, Mohamed Afsha, Houssein El Shahat e Ahmed Radwan; Taher Mohamed.
O árbitro da partida será Clement Turpin-FRA, que será auxiliado por Nicolas Danos-FRA e Cyril Gringore-FRA. Já o VAR ficará a cargo de Willy Delajod-FRA.
Se os jogos terminarem os 90 minutos com empate, haverá mais dois tempos de 15 minutos para definir o vencedor. Caso o empate persista estão previstos pênaltis.

Outras Notícias