Notícias

Mau tempo provoca adiamento do recadastramento

AÇÃO SUSPENSA
Chuva provoca adiamento da nova etapa do recadastramento de consumidores do SAMAE

Araranguá

Em decorrência da persistente chuva desta segunda-feira, dia 14, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE) adiou o reinício do recadastramento de consumidores, que estava previsto para ocorrer na chamada ‘parte alta’ de Balneário Morro dos Conventos.
A realização do serviço está diretamente associada as condições do tempo. Conforme a EPAGRI/CIRAN, a previsão para esta segunda-feira é de nebulosidade variável e chuva isolada, com temperaturas oscilando entre 17ºC e 21ºC.

NOVA EQUIPE
Até agora, o SAMAE fazia o recadastramento por intermédio de uma equipe, cuja atuação ocorria a tarde. Este grupo é formado por leituristas da própria autarquia, que exercem a função no contraturno ao horário tradicional de trabalho. ‘O grupo já concluiu o recadastramento na chamada parte baixa de Morro dos Conventos e no Loteamento Paiquerê, áreas habitadas, em grande parte, por veranistas e pessoas de outras cidades, mas que nos meses de janeiro e fevereiro aproveitam as benesses da estação mais quente do ano, permanecendo no local’, explica o diretor administrativo do SAMAE, Elton Ferreira.
Ele também salienta que, visando elevar o ritmo do trabalho, uma nova equipe de recadastradores foi formada e vai entrevistar os consumidores nas manhãs. Em âmbito municipal, a estimativa e que a conclusão dos trabalhos ocorra entre 10 e 12 meses.

CRACHÁS E UNIFORMES
Ambas as equipes tem como coordenador de campo, Hideraldo Luiz Bertoncini. O grupo que atua pela manhã é integrado pelos servidores Fillipe Hilário Borges, Adriano Fernandes de Freitas (Adrianinho), Heleno Vicente e Salmi Sady Paladini. Já a equipe de recadastradores que coleta os dados dos consumidores no período da tarde é formado por Paulo Ovídio Moraes de Oliveira (Paulinho), Gilliard Fernandes Teixeira, Maurício de Jesus.

BENEFÍCIOS
Com o recadastramento, o SAMAE pretende atualizar o banco de dados dos consumidores, o que vai dinamizar o relacionamento, bem como a expedição de documentos e relato de informativos.
Nas entrevistas, os trabalhadores do SAMAE estão identificados com uniformes e crachás. Eles perguntam sobre o número da matrícula da fatura, telefone, WhatsApp, e-mail, CPF e Documento de Identidade. Por questão de segurança e privacidade os recadastradores estão orientados a não adentrar no imóvel.
Na foto, Hideraldo Luiz Bertoncini e Adriano Fernandes de Freitas (Adrianinho).

Outras Notícias